Ficha Técnica do projeto


Ficha Técnica do projeto


 


Designação do projeto: Programa Formação ação PME


N.º projeto: POCI-03-3560-FSE-000070


Concurso (Aviso): POCI-60-2015-34                                                          


Objetivo principal:  Qualificar PME para reforçar a sua competitividade e capacidade de resposta no mercado global.


Prioridade de Investimento: 8.5 do Eixo III do domínio da Competitividade e Internacionalização


Entidade Beneficiária: ACE – Associação Comercial Espinho


Data de início: 01-09-2016


Data de conclusão:  31-08-2018


Custo total elegível:  287 317.75€


Financiamento Público: 199 935.23€


 


Temáticas aprovadas:


Desempenho organizacional e recursos humanos


Objetivo geral: Melhorar os níveis de qualificação e de desempenho organizacional das PME do comércio de dos serviços.


Linhas orientadoras: Esta intervenção está focalizada nas necessidades globais de ordem estrutural por parte das empresas, nomeadamente, ao nível do seu funcionamento, gestão, comunicação e marketing, incidindo sobre o desempenho individual dos recursos humanos e sobre os aspetos organizacionais e de eficiência coletiva. Pretende-se um impacto em três domínios:



  1. Competências dos ativos, com efeitos a nível individual;

  2. Modelo organizacional, com efeitos em toda a empresa;

  3. Reposicionamento da empresa face ao mercado em que atua, com efeitos em toda a empresa e nas suas relações com o exterior.


 


Qualidade


Objetivo geral: Preparação das PME do comércio e dos serviços para obtenção de um sistema de reconhecimento de qualidade, de acordo com especificação técnica do IPQ a criar no âmbito do subsistema português da qualidade e ajustado às especificidades deste segmento de empresas.


Linhas orientadoras: Destina-se a empresas que se proponham obter o reconhecimento de qualidade e que serão objeto de intervenção por auditores certificados (quando concluídas as fases de formação e consultoria do processo formativo), visando obter a respetiva certificação, nos termos previstos na especificação técnica referenciada. Durante a vigência do processo formativo, as empresas ajustarão os seus procedimentos e modo de atuar para se prepararem adequadamente para o sistema de reconhecimento subsequente.


2017-04-24 Categoria: GERAL